Siga-nos no facebook

Amanhã dia 27 de Abril, fará 10 anos que o meu grande amigo Vasco Lima, nos deixou de forma repentina. Nunca tenho palavras para escrever ou dizer, para lembrar quantos todos nós gostávamos de ti. Hoje passado todo este tempo nada mudou, sem a saudade esmoreceu, estás e estarás sempre nos nossos corações. 

“Partiste e foi contigo a juventude.
Ficou o silêncio adulto, pensativo e pródigo,
e o terror de não ser minha estátua jacente
sobre o túmulo frio onde as cinzas da infância
desmentem – palpitar de traiçoeira fénix! –
que só do amor ou só da terra haja saudade.
Em longes dunas, outras nuvens, outras vozes,
tu sabes que a levaste, ó meu amigo?
Poema de Jorge de Sena.”

Vasco, escrever hoje qualquer coisa tem sido difícil, porque não encontro as palavras certas 10 anos depois.
Como escreveu em tempos Rui Alexandre, num dos  seus comentários, “O nosso clube tem asas. As asas de um anjo que nos protege e olha por nós. Bem hajas, Vasco, onde quer que estejas.”
Portanto Man, continua a olhar por nós.
Por aqui estás e estarás nos nossos corações.
Fica bem.
Inté.

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: