Siga-nos no facebook

Olá.
Como sabem, Marrocos aderiu no dia 14 de Agosto de 2016 a Convenção de Haia, que trata da autenticidade dos documentos emitidos por todos os países signatários, de forma a eliminar os actos de legalização de documentos no consulado.
A apostila de Haia será emitida no documento a pedido do seu portador e atestará a autenticidade da assinatura, função ou cargo exercido pelo signatário do documento e, quando cabível, a autenticidade do selo ou carimbo nele oposto.
Segue-se um pequeno extracto que recolhemos no site da Procuradoria-Geral da República, sobre este assunto.
“APOSTILA
Nos termos da Convenção Relativa à Supressão da Exigência da Legalização dos Atos Públicos Estrangeiros (concluída na Haia, em 5 de outubro de 1961, sob a égide da Conferência da Haia de Direito Internacional Privado), a apostila consiste numa formalidade por cujo intermédio se certifica a autenticidade dos actos públicos emitidos no território de um Estado contratante e que devam ser apresentados no território de outro Estado contratante da mesma Convenção, desta forma lhes conferindo valor probatório formal.
São legalizados por meio de apostila, nomeadamente, os actos emitidos pelos ministérios, tribunais, conservatórias dos registos e cartórios notariais, estabelecimentos públicos de ensino, câmaras municipais e juntas de freguesia.
A autoridade central/competente para efeitos da emissão/verificação de apostilas é o Procurador-Geral da República (artigo 2.º/1, Decreto-Lei n.º 86/2009, de 3 de abril). Por delegação, essa competência é também exercida pelos Procuradores-Gerais Distritais do Porto, Coimbra e Évora e pelos magistrados do Ministério Público que dirigem as Procuradorias da Comarca sedeadas no Funchal e em Ponta Delgada (Despachos n.º 11136/2013, de 30 de julho e n.º 15454/2014, de 3 de dezembro).

Nos termos do artigo 1.º do Decreto-Lei n.º 86/2009, de 3 de abril:

– pela emissão/verificação de apostila é cobrada a importância de um décimo da unidade de conta (UC): 10,20€.
– beneficiam de gratuitidade os indivíduos que provem a sua insuficiência económica, através de documento emitido pela competente autoridade administrativa ou de declaração passada por instituição pública de assistência social.

NOTA: A partir de 26.10.2015 as apostilas emitidas pela Procuradoria-Geral da República deixam de contemplar a menção ao respetivo país de destino.
Esta alteração será gradualmente implementada nos restantes serviços emissores (Procuradoria-Geral Distrital do Porto, Procuradoria-Geral Distrital de Coimbra, Procuradoria-Geral Distrital de Évora, Procuradoria da Comarca da Madeira e Procuradoria da Comarca dos Açores).”
Assim, já não tem de se dirigir a Embaixada de Marrocos nem ao Consulado, embora neste caso o possa fazer em Albufeira, no Consulado de Marrocos, já que não há Procuradoria Distrital do Ministério Público em Faro.

Minuta tipo:

“DECLARATION

(Nome do proprietário do veículo), de nationalité portugaise, titulaire de la Carte Nationale/Passport nº (Passaporte/Cartão de cidadão n.º), demeurant à (Residência), Portugal, déclare par ce moyen que Monsieur (Nome do condutor que vai conduzir o veículo), de nationalité (Nacionalidade), titulaire du Passeport nº (Passaporte n.º), délivré le (emitido em), est autorisé à se déplacer en permanence avec le véhicule (Marca do veículo e modelo) immatriculé (Matricula), châssis numéro (n.º do chassi), ayant aussi le pouvoir de faire des déplacements de tourisme et d’affaires à l’étranger notamment dans tous les Pays de la Communauté Européenne et au Maroc. Cette autorisation a une durée permanente et sans délais.

En foi do quoi la présente déclaration qui doit faire preuve devant toutes les autorités notamment les Services de Douanes et Frontières et qui va être signée et authentifiée.

à _____________, le __ / __ /2017

————————————————————————-

DECLARATION

(Nome do proprietário do veículo), de nacionalidade portuguesa, portador do Cartão do Cidadão/Passaporte nº (Cartão de cidadão n.º), residente em (Residência), Portugal, declara por este meio que o Sr. (Nome do condutor que vai conduzir o veículo), de nacionalidade (Nacionalidade), titular do Passaporte nº (Passaporte n.º), emitido em (emitido em), está autorizado a deslocar-se em permanência com o veículo (Marca do veículo e modelo), com a matrícula (Matricula), com o quadro nº (n.º do chassi), e de poder fazer turismo e viagens de negócios ao exterior, especialmente em todos os países da Comunidade Europeia e Marrocos. Esta autorização tem uma duração permanente e sem prazo.

Por ser verdade e ter sido pedida, se passa a presente declaração que vai assinada e autenticada, a qual faz prova perante todas as autoridades, nomeadamente, os Serviços de Fronteiras e Alfândega.

Em _____________, __ / __ /2017″

Fica mais esta nota.
Obrigado.

Olá.

Powered by Wikiloc

Bons trilhos.

Albufeira
Olá.
O “Ilhéu ou Farelhão dos Prontos”, fica situado na Albufeira de Santa Luzia, no concelho da Pampilhosa da Serra. Tem a altitude máxima de 659 mts e o seu acesso pode ser feito a partir da Estrada Municipal M 547 a partir de dois pontos distintos. O primeiro com as coordenadas N 40º 05.947′ e W 07º 41.842′ e o segundo com as coordenadas N 40° 06,529′ W O07° 52.317′, este último pela Lomba do Vidual.
Este Ilhéu ou Farelhão tem acesso por terra, quando nos anos mais secos o nível da Albufeira, põe a descoberto o “Istmo do Gui”, com cerca de 300 mts de extensão.
O solo do “Ilhéu ou Farelhão dos Prontos”, é duro e pobre, onde as sua encostas com inclinação acentuada, se encontram polidas com o bater das ondas. Nessas zonas existe uma vegetação ressequida, própria de esta parte do solo se encontrar a descoberto há alguns anos, já que a cota da albufeira tarda em atingir os níveis de outrora.
Na parte da cota máxima existe uma zona plana com cerca de meio hectare onde um conjunto de pinheiros proporcionam sombra e zonas de possíveis bivouac.
No meio desta clareira há um espaço apropriado para lume de chão e na zona de árvores, há ainda algumas plataformas para colocação de tendas e uma ou outra mesa com bancos de construção rudimentar, do tipo “sobrevivência”.
A vegetação ressequida dos arbustos proporciona uma lenha de qualidade para o fogo de chão. Junto a primeira entrada é possível abastecer de água potável, no Fontenário do Penedo da Mina, a água é fresca e de qualidade.
Este é um pequeno resumo sobre o “Ilhéu ou Farelhão dos Prontos”.
Fica esta nota.
Ilheu dos Prontos
Algumas fotos.
17103430_10210486536113671_3186758981116608820_n

17202757_10210486537753712_6431713367744838593_n

17203121_10210493626450925_5514039638889038659_n

17203129_10210493623170843_4534799074604623813_n

17264846_10210493618530727_236317961388214247_n

17265012_10210486534833639_1040302126746436934_n

17308941_10210493620370773_1691347674186158935_n

Mapa
Olá.
A Rota do Trabalhador, é um percurso com cerca de 1200 mts em que um ilustre benemérito da terra, o Senhor José Teodoro Martins, pretendeu homenagear todos aqueles que com o seu esforço e dedicação, foram importantes para o desenvolvimento da Aldeia do Cabril, no concelho da Pampilhosa da Serra.
Ao longo dos arruamentos da Aldeia é possível ver imagens em ferro de algumas actividades mais representativas da Aldeia, para além de um Monumento ao Trabalhador erigido mais ao menos a meio da Aldeia.
A entrada da Aldeia há um painel informativo com a localização das “esculturas”. Estas obras de arte, foram desenhadas por Eduardo Martins Teodoro.
Para além destes motivos de interesse, pode ainda visitar a albufeira de Santa Luzia a partir do Miradouro Norte e do Miradouro Sul, de Santa Luzia.
Outro ponto de interesse é a partir da Estrada Municipal M 547, junto a Cabril de Cima, do ponto com as coordenadas N 40° 06,529′ W O07° 52.317′ visitar o “Ilhéu ou Farelhão dos Prontos”, com as coordenadas, N 40° 05.782 W 007° 51.433.A visita a este ponto só pode ser feita quando a albufeira permite o acesso através do istmo, que reaparece com o abaixamento do nível de água na albufeira
O mapa indica em “1” a localização da Aldeia do Cabril, o ponto “2” o lugarar de casal da Lapa, onde há um excelente Restaurante/Residencial “As Beiras”. O ponto “3”, indica a localização do Parque de Campismo de Janeiro de Baixo. Anexo ao Parque de Campismo há um Parque de Merendas com inúmeras mesas e churrasqueira, para além de um moderno Parque Infantil. Há um Bar de Apoio.
Um conjunto de fotos, permite avaliar o que propomos.
Para mais informações consultar a Junta de Freguesia do Cabril e os serviços de Turismo da Câmara da Pampilhosa da Serra.
Bons trilhos.
17103599_10210486303787863_4146284320559382493_n

17190962_10210486302867840_1794742274188748284_n

17191357_10210486303547857_5136226380893320182_n

17201366_10210486303947867_5637193709542239726_n

17203230_10210486302987843_7588298654031996487_n

17265296_10210486303627859_1646875387170919442_n

Olá.
Aqui, pode descarregar a versão 7.20 para actualizar o software do seu GPS Montana.
Esta actualização permite corrigir dois parâmetros ou funções:
– Ao tocar no ecrã em modo de economia de bateria, ele fica novamente desperto ou activo:
– Possível “congelação”,bloqueio da unidade após o desconectar estando em modo “Mass storage”/ armazenamento em massa;
Aconselhamos a instalação do programa ou aplicação “Garmin Express“, para actualizar facilmente o seu GPS.
Fica mais esta nota.
Obrigad0.

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: