Como Carregar Ficheiros .img no MapSource

by

in

Por vezes sucede que nos deparamos com mapas que apenas são constituídos por um ficheiro ou por um conjunto de ficheiros com a extensão .img e sem o ficheiro .tdb. Para os carregarmos no MapSource necessitamos de dois programas:

Tal situação é a que nos acontece se quisermos carregar o mapa da Islândia disponível em http://mapcenter2.cgpsmapper.com/, onde apenas temos disponível a pasta comprimida com um ficheiro de extensão .img.

  • A primeira tarefa passa por descarregar para uma pasta de trabalho (no nosso caso c:mapa_stdb).
  • De seguida abrimos o MapSetToolkit e indicamos no campo apropriado a localização do programa cgpsmapper (no nosso caso instalado em C:Program FilescGPSmapper).

mapsettlkt01

  • A próxima tarefa passa por procurar o ficheiro fonte .img que descarregamos  através do botão “Select IMG”, seleccioná-lo através do botão “Select All” e adicioná-lo ao mapa que vamos construir premindo o botão “Add”.

 mapsettlkt02

Temos então que preencher as opções relativas ao MAPSET: 

  • A directoria do MAPSET, muito provavelmente a mesma onde se encontra o ficheiro .img (c:mapa_stdb no exemplo).
  • O nome do MAPSET, que aqui damos o nome de Islândia (atenção, pois o mesmo não pode conter espaços)
  • O Family ID ou FID. Este deverá possuir um valor que se situa no intervalo 1 – 65535. Devemos sempre tomar atenção ao número a dar para não colidir com o FID de mapas já instalados, pelo que os mesmos devem ser consultados na secção com o nome de MAPSET Installed do MapSetToolkit.
  • A versão do mapa
  • A informação de direitos de autor (copyright), a qual nunca será adicionada ao mapa por estarmos a trabalhar com a versão freeware do cGPSmapper.
  • Deixar a opção “Draw priority” com o valor “default”.
  • Deixar a opção “Transparent” com o valor “default”, a menos que saibamos que o mesmo tem propriedades de transparência (capacidade de obscurecer ou não o mapa-base), no que seleccionaríamos então o valor “yes”
  • Se possuirmos um ficheiro .typque queiramos aplicar seleccionamo-lo no campo “TYP Files”. Se possuímos antes um ficheiro .txt temos não só que o seleccionar como premir de seguida o botão “Compile”.

mapsettlkt03

Finalmente o mapa está pronto a instalar no MapSource. Seleccione primeiro a caixa de marcação que dá pelo nome “Install in MapSource” e carregue no botão “Start”.

mapsettlkt04

No final do processamento pode ocorrer um erro:  “Error PE05 could not open index file. Chek if you are using compatible cGPSmapper version”. Este erro pode ser ignorado com segurança,, na medida em que não existe um .idx com o .img. Será corrigido em versões futuras. Os ficheiros necessários à instalação do mapa foram criados e encontram-se na pasta  previamente seleccionada na directoria do MAPSET.

 Depois só temos que instalar o mapa normalmente através do MapSetToolkit (ver http://landlousa.wordpress.com/2009/07/25/problemas-em-carregar-mapas-no-mapsource/)


Comentários

5 comentários a “Como Carregar Ficheiros .img no MapSource”

  1. Boas.
    Mais uma excelente “Dica” para quem gosta de trabalhar com Mapas.
    Inté.

  2. Ora aqui está uma boa solução para quem gosta de geografia, mapas…gps, enfim!
    Parece que encontrei aqui a solução para o meu problema.
    Vou testar..

  3. Olá pessoal
    A dica resultou, consegui visualizar no mapsouce um ficheiro com extensão. img!
    No entanto, possuo um ficheiro com a mesma extensão com o nome “gmapsupp” que a minha unidade de GPS lê, mas que não consigo visualizar em nenhum software que possuo, nomeadamente no mapedit!

    Se alguém souber como contornar a situação deixe informação para o e-mail: moreiramarcogt@gmail.com

    1. Boas.
      Vamos analisar e responder.
      Inté

  4. Avatar de joaocarloscardoso
    joaocarloscardoso

    O ficheiro que possuis no dispositivo GPS dá pelo nome de gmapsupp.img. Trata-se de uma referência normalizada para a GARMIN e é o resultado da operação de envio para o GPS dos mapas seleccionados pelo utilizador no MapSource.

    Na verdade o utilizador pode trabalhar este ficheiro como um mapset. Basta aceder ao cartão e transferir o ficheiro para o PC (o que pode ser feito introduzindo o cartão no PC através de um leitor ou mantendo o GPS ligado ao PC e convertendo-o para mais uma unidade USB de armazenamento). Depois, troca-lhe o nome. Por exemplo “meumapa.img”.

    Finalmente só tens que seguir o que está no artigo. Na verdade estamos a falar de um mapset, do qual só possuimos o ficheiro .img. Se a partir daqui quiseres fraccionar o mapset em vário ou, pelo contrário, combinar com outros mapas espreita aqui: http://landlousa.wordpress.com/2009/08/10/como-combinar-varios-mapas/