Siga-nos no facebook

Boas.

Pois ééééééééé,

Como diria o John Peter “Storm”, dia 24 de Novembro o Land Lousã “Blog” como espaço de partilha de tracks, passeios, memórias e tudo o mais que já conhecem, faz dois anos, como um ponto de muitas visitas, muitos amigos, alguma solidariedade por cá e por Marrocos. Mas também com a perda de um dos maiores impulsionadores do Land Lousã o Vasco Lima – Xanoc. O “Vasquinho” foi a pessoa que mais me motivou a avançar com este projecto, porque gostava bués da Lousã e por cá ficou.

Não vai haver festa, por motivos óbvios como se compreende, mas lembrem-se pelo menos disso.

O Land Lousã teve até a pouco 110 688 visitas e recebe de todo o mundo pedidos e dicas sobre tracks, passeios e isso é importante para uma Vila como a Lousã.

Dizia-me a pouco uma alemã que está em Portugal numa das Aldeias do Xisto a bués de anos e que colabora na  Loja do Xisto do Candal que o ou a Land Lousã tem dinamizado a Serra da Lousã, trazendo uma nova vaga de pessoas, sobretudo jovens com uma especial atenção nas questões da floresta e que, com as suas famílias percorrem os trilhos da Serra da Lousã. Nunca as Aldeias tiveram tantas visitas e o artigo das Aldeias de Xisto tem sido o que tem mais visitas e downloads e fico feliz por isso.

Essa é uma das facetas do ou da Landlousã, “divulgar sem estragar” e “visitar e contemplar” e “partilhar”.

Estamos no bom caminho e devemos continuar. Somos reconhecidos por isso sem pedir nada em troca.

Bem a conversa vai longa, mas hoje deu-me para isso depois de uma visita a Ortiga.

Inté.

Fiquem bem.

Mungo ué.

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers: